Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro


Página inicial > Histórico


Início do conteúdo da página

Histórico

 

O Colégio Militar de Juiz de Fora foi criado por meio da Portaria Ministerial Nr 324, de 29 de junho de 1993, iniciando-se a construção das instalações em módulos pré-fabricados. Sua inauguração ocorreu em 18 de dezembro de 1994 com a presença do Exmo Sr Dr ITAMAR AUGUSTO CAUTIERO FRANCO, Presidente da República, e do Exmo Sr Gen Ex ZENILDO GONZAGA ZOROASTRO DE LUCENA, Ministro do Exército. Seu primeiro Comandante, Cel Art QEMA RUBENS AMORIM SOUTO, assumiu a função em 01 de janeiro de 1995. Hoje, seu décimo Comandante é o Cel Art QEMA FERNANDO ANTONIO PINTO DE OLIVEIRA.

As atividades iniciaram-se em 6 de fevereiro de 1995 com uma aula inaugural proferida pelo Gen Bda CÉSAR AUGUSTO NICODEMOS DE SOUZA, Diretor de Ensino Preparatório e Assistencial, para um público de 294 alunos, distribuídos entre a 5ª e a 6ª Série do Ensino Fundamental e a 1ª Série do Ensino Médio, oriundos do concurso de admissão ou amparados por regulamento. A primeira solenidade ocorreu em 31 de março de 1995 com a entrega da boina aos alunos, cuja cerimônia foi presidida pelo Gen Ex CLOVIS JACY BURMANN, Chefe do Departamento de Ensino e Pesquisa.

Situado numa área total de 115.922 m 2 , dos quais 16.917 são de área construída, atualmente, o Colégio conta com as seguintes instalações: 30 salas de aula, 04 laboratórios (Física, Química, Biologia e Informática), sala de multimídia, biblioteca, auditório, sala de dinâmica, salas de clubes e grêmios, espaço alternativo para apresentações culturais, ginásio poliesportivo, piscina, campo de futebol e 04 quadras polivalentes. Dentro do Colégio funciona a Associação de Pais e Mestres (APM), sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, de duração indeterminada, visando à assistência aos alunos comprovadamente carentes.

Nos seus vinte e três anos de funcionamento, o CMJF já conquistou na comunidade juizforana e no Sistema Colégio Militar do Brasil o respeito e a admiração pela excelência no ensino ministrado. O resultado desse trabalho é: centenas de alunos formados pelo Colégio, os quais já se encontram perfeitamente integrados na sociedade brasileira como cidadãos e líderes do novo século, seja no meio civil ou militar.

 

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página